segunda-feira, 15 de maio de 2006

Entrevista dada à revista brasileira Play-Blog (traduzida para o nosso português)

Entrevistar o grande Guru Binoshankar é como viajar para outra dimensão. A sua presença e a sua conversa transportam-nos para um mundo onde tudo é perfeito e o sexo representa uma fonte inesgotável de sabedoria e prazer. Através de Bino Binoc, seu alter ego de múltiplas personalidades, o Maha Guru concedeu-nos a honra de connosco compartilhar alguns dos seus segredos e ensinamentos.

Play Blog: Porquê um blog ?
Bino: Sou a favor da blogalização, todo o ser humano deve ter direito a um blog. Num país onde até o oráculo da nossa política se manifesta através dum blog, também me sinto no direito de ter um.

Play Blog: Mas é um blog bizarro, não concorda ?
Bino: Vivemos num mundo bizarro, é natural que o abrupto sexual também o seja.

Play Blog: O nome, ou título, “Abrupto sexual” não lhe parece de mau gosto ?
Bino: Tentei remediar esse problema acrescentando-lhe a palavra “sexual”, mas não se podia melhorar muito mais, porque este blog deriva do conceito que levou à sua criação. O “Abrupto Sexual” é um “Tabu Blog”, ou se preferirmos um “Blog de antítese”: é uma espécie de anti-blog que colmata as omissões e toca nos tabus da sua “tese”. Portanto, estamos obrigados a possuir um blog cujo título tem de incluir a horrível palavra “Abrupto”, mas cujo conteúdo é de gosto popular, com um template personalizado que exige conhecimentos, embora mínimos, de HTML; um blog que faz parte duma comunidade e portanto linka blogs amigos; um blog pluralista com caixa de comentários e, sobretudo, um blog onde não podemos fingir que o sexo não existe. Aqui, no Abrupto sexual, o sexo não é tabu.

Play Blog: É contra o facto de haver figuras públicas que escrevem blogs ?
Bino: Engano. Sou completamente a favor. Por vezes há putas de bom coração que concedem fodas de borla, o que é muito agradável. E, da mesma forma, gosto que aqueles que escrevem profissionalmente também o façam gratuitamente em blogs.
Acho mal é quando percebem que escrever de borla é mau para o negócio, que assim perdem “cacau”. Então, resolvem fechar o blog ou passam a publicar só merdas sem interesse.

Play Blog: A que se deve o êxito do Abrupto ?
Bino: As pessoas não querem o que não gostam ou o que não conhecem. No meu caso, tenho tido o apoio de imensos blogueiros que me linkam e comentam. Graças à sua divulgação o número de visitantes aqui no Blog não tem parado de crescer e, por outro lado, pois... foda-se, porque tenho muito estilo !

Play Blog: Estava a referir-me ao outro Abrupto...
Bino: Hã ???

Play Blog: Esqueça... Diga-me, em quem se inspira a sua escrita ?
Bino: Pois, inspiro-me em Woody Allen, Groucho Marx, Mel Brooks e Seinfeld.

Play Blog: E portugueses ?
Bino: No Esteves Cardoso e no Grande Manuel João Vieira, que para mim é o maior português vivo.

Play Blog: Inspira-se no Esteves Cardoso ? Pensei que detestasse “betinhos”...
Bino: Não é por acaso que o meu blog de maior sucesso no Brasil se chama “O meu problema é sexo”, trata-se duma singela homenagem a “Os meus problemas”. Esse belo livro, bem como “Escrítica Pop” e “A causa das coisas” terão sempre um lugar no meu coração.

Play Blog: O que anda a ler actualmente ?
Bino: “Sr. Bentley, o enraba passarinhos” de Ágata Ramos Simões. Gosto da escrita, mas não gosto do Sr. Bentley. Prefiro “O Senhor. Valéry”, de Gonçalo M. Tavares. É um sujeito mais simpático.
A seguir quero ver se leio o “Vazio de Cores” dum escritor novo do qual já ouvi dizer muito bem... Carlos Barros, se não me falha o nome.

Play Blog: E James Joyce, aprecia ?
Bino: Por que haveria de apreciar um gajo ? Comigo é gajas em geral, mamas e cus em particular. Além disso, que eu saiba, Joyce nunca visitou o meu blog, nem nunca leu os meus posts. A gajos desses não passo cartão.

Play Blog: Ulisses então, nada significa para si, portanto...
Bino: Rigorosamente nada. Aproveito o dia 16 de Junho para me rir daqueles que de amanhã a 1 mês irão fazer referências à data nos seus blogues, numa demonstração vaidosa de cultura e sei lá mais o quê.
De qualquer modo, já houve um cão a quem dei o nome de Leopoldo.Era um Dalmata, em porcelana.

Play Blog: Já alguma vez pensou em escrever um livro ?
Bino: Eu sou daquelas raras pessoas que acha que melhor e mais difícil do que escrever um livro, plantar uma árvore e fazer um filho, é justamente o contrário: ler um livro, cortar uma árvore e evitar um filho.
Mas curiosamente, estou a escrever um livro neste momento, vai ter ISBN e tudo.

Play Blog: Será a sua autobiografia ?
Bino: Não. Trata-se dum livro de auto-ajuda, para ensinar o leitor a ter sucesso na vida. Vai chamar-se “Eu quero ser o Rui Unas”. Era para chamar-se "Eu quero ser Pacheco Pereira", mas tive medo que não autorizassem. Depois reflecti melhor e vi que me identifico muito com o Unas.

Associação de ideias:

Um livro: o de cheques do Belmiro.
Um filme: “Man of la Mancha”.
Um momento: Quando me venho.
Uma ideia: morar em Badajoz ou em qualquer lugar onde o Sócrates não seja 1º ministro ( triste, não é ? ).
Uma palavra: Amor.
Um amor: a minha família.
Um nome: Isabel.
Um amigo: Barradas.
Uma marca: Sapatos do Guimarães.

comentários

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

best regards, nice info » »

01/02/2007, 00:06:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial