segunda-feira, 19 de dezembro de 2005

Heitor, o verdadeiro herói da Ilíada.

Voltei a ver "Troy", aquele filme do Brad Pitt que tem um enredo bué complicado e tantas personagens que até me esqueço da maioria dos nomes.
Por sorte, a minhas filhotas de 6 e 11 anos explicaram-me o filme nas partes que não percebi. E as partes que nem as catraias perceberam, explicou-mas a mãe, a minha amada Mequinha.
Segundo a minha Babe, parece que o filme, para ser mais próximo do poema em que se baseou, deveria ter ainda mais gente: deuses e deusas da mitologia que, no Olimpo, iriam discutindo o destino dos heróis.
Ainda bem que esses deuses não aparecem no filme, porque já assim achei "Tróia" difícil de entender.
Por exemplo, não entendo como pode alguém gostar de Aquiles ou considerar que ele é o principal herói da guerra de Tróia. Olha-se para Brad Pitt e, de tão lindinho que é, adivinha-se Aquiles como o tipo de gajo capaz de se disfarçar de mulher só para não ir à guerra.
Aliás, quem no seu juízo perfeito iria entrar numa guerra por causa duma tipa que encornou o marido e fugiu com outro ? Olha-se para a fulana (Helena de Tróia) e só um totó não percebe que aquilo era menina para esquecer o Páris e voltar aos braços do Menelau à primeira oportunidade.
Aquela guerra mais parece desculpa para se pirarem de casa e andarem todos na paneleiragem. Vejam a amizade de Aquiles com Pátroclo, por exemplo... não acham suspeita ? A propósito destas "amizades", vou citar Eubulo, um poeta cómico grego, do sec. IV que acerca da guerra de Tróia (que durou 10 anos) e do amor grego escreveu o seguinte: "Ninguém viu uma única prostituta; enrabaram-se durante dez anos. Foi uma triste campanha; para tomar uma cidade, acabaram por regressar a casa com um cu bem mais largo do que [as portas] da cidade que tomaram".*
Diziam eles que eram primos ? Primos, uma ova !
Definitivamente Aquiles não é o herói principal da Ilíada. Que há de heróico num gajo que se enfurece quando não lhe fazem as vontades ? Desde quando a cólera é motivo para exaltação épica ? Que heróico há num gajo que é invulnerável excepto no calcanhar ? Herói é aquele que corre riscos, que vai à luta mesmo sabendo que poderá morrer. Herói é o gajo que luta porque tem coragem e não porque está de cabeça perdida e sob loucura temporária.
Herói a sério é o Heitor !
Ao contrário de Aquiles, que entra na guerra de Tróia por vaidade, para se glorificar e imortalizar o seu nome, Heitor é o herói que luta no cumprimento do dever, em defesa da sua pátria e da sua família.
Aquiles é egoista enquanto Heitor é altruista. Aquiles é um aventureiro indisciplinado que guia a sua conduta ao sabor dos seus caprichos. Aquiles ora luta, ora se retira do campo de batalha, sem se importar com a sorte dos restantes companheiros.
Aquiles regressa à luta porque Heitor lhe matou o amante. Mas como foi possível Pátroclo usar a armadura de Aquiles ?
Que espécie de soldado não cuida da sua armadura, permitindo que lha roubem e se façam passar por ele ? Ou será que Aquiles deu autorização ao amante para se fazer passar por ele e depois deu a desculpa que Pátroclo usara a armadura sem o seu conhecimento ?
O grande culpado da morte de Pátroclo não será o próprio Aquiles ?
Heitor é um patriota que cumpre disciplinadamente o seu dever de bom pai, bom marido, bom filho e bom comandante militar. Defende Tróia e olha por todos.
Quando Aquiles decide enfrentar Heitor sabe que vencerá, pois é praticamente imortal; Heitor despede-se da família e vai ao encontro de Aquiles. Sabe que não voltará, mas vai.
Sem dúvida que o grande herói da guerra de Tróia é Heitor e não Aquiles.
As grandes virtudes do ser humano estão presentes em Heitor. Julgar que estão em Aquiles é entender a história ao contrário.
Na verdade, o filme deveria acabar logo após a morte de Heitor. Morto o herói principal, era fazer-lhe o enterro e pronto: fim da história.
E de facto, assim acaba a Ilíada.

1 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Comentário super interessante. Também concordo que é Heitor, não o vaidoso Aquiles, o herói de Ilíada.

31/10/2013, 13:22:00  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial